Mostra Elas - Filmes dirigidos por Mulheres' começa nesta quinta-feira em Salvador

Trinta filmes contemporâneos, com temas urgentes, realizados por mulheres no Brasil compõem a seleção da primeira edição do ‘Mostra Elas – Filmes Dirigidos por Mulheres’,

Trinta filmes contemporâneos, com temas urgentes, realizados por mulheres no Brasil compõem a seleção da primeira edição do ‘Mostra Elas – Filmes Dirigidos por Mulheres’, que acontece desta quinta-feira a domingo (17 a 20), na Sala de Arte Cinema da Ufba, no Vale do Canela, em Salvador. A iniciativa é realizada pela Giro Planejamento Cultural, tem o apoio do Governo do Estado, por meio do Fundo de Cultura da Bahia (FCBA)e ingressos vendidos a R$ 4 (inteira) e R$ 2 (meia). Para as mesas de debates a entrada é gratuita, até a lotação do espaço.

 

O evento - que nesta edição homenageia Adélia Sampaio, a primeira cineasta negra a dirigir um longa-metragem de ficção no Brasil -, mostra um conjunto representativo e atual de filmes nacionais dos gêneros de ficção, documentário e animação. Parte da seleção é inédita na capital baiana, como os longas ‘Modo de Produção’, de Dea Ferraz (Pernambuco, 2017, 75 min.), e a ‘A Destruição de Bernardet’, de Cláudia Priscila e Pedro Marques (São Paulo, 2016, 72 min.).

 

“Os filmes selecionados exprimem olhares contemporâneos de mulheres em relação a importantes questões de gênero, sexuais, políticas e étnico-raciais”, explica Luciana Lemos, que assina a curadoria da mostra juntamente com Emanuella Rodrigues. Ela enfatiza ainda que “são longas e curtas-metragens realizados em diferentes partes do País, em condições distintas, que retratam muito bem a criatividade artística e a diversidade cultural brasileira”. Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail contato@mostraelas.com. A programação completa está disponível nos sites da mostra e da Secult

 

Fundo de Cultura

 

Criado em 2005 para incentivar e estimular as produções artístico-culturais baianas, o Fundo de Cultura é administrad pelas secretarias estaduais de Cultura (Secult) e da Fazenda (Sefaz). O mecanismo custeia, total ou parcialmente, projetos estritamente culturais de iniciativa de pessoas físicas ou jurídicas de direito público ou privado, preferencialmente, aqueles que apesar da importância do seu significado, sejam de baixo apelo mercadológico, o que dificulta a obtenção de patrocínio junto à iniciativa privada. O FCBA está estruturado em quatro linhas de apoio, modelo de referência para outros estados da federação –‘ Ações Continuadas de Instituições Culturais sem fins lucrativos’; ‘Eventos Culturais Calendarizados’; ‘Mobilidade Artística e Cultural’ e ‘Editais Setoriais’. Mais detalhes podem ser acessados no site da Secult.

 

Fonte: Ascom/Secretaria de Cultura do Estado (Secult)

 

Saiba mais.

CONTATOS
contato@spnvideo.com.br
(71) 3015-0826
(71) 99166-0394 - TIM
(71) 99166-3671 - TIM